Preferem outro perfil de mulher, talvez com o cabelo MENOS DURO'


Janaina , PARE de Reclamar na mídia!!!
 Isso não tem nada haver com a cor da sua pele e nem com o seu cabelo!!! Vou te dizer A VERDADE! Você não e uma negra SEX como Jaqueline Farias, que, por sinal, é mais escura que você e tem o cabelo tão CRESPOOO que usa aplique!
Mesmo assim, está linda e bela na capa da poderosa Playboy... você não!!! Aceite os fatos e não coloque a culpa nos outros, não seja uma típica negra reclamona!
Turbinada, Jana quer fazer um ensaio sensual para seus fãs e vai disponibilizá-lo em seu site pessoal. Contudo, posar nua é um assunto que incomoda a ex-BBB, que considera preconceito não ter recebido convite para tirar a roupa.
"Não recebi nenhum convite, na verdade queria bem saber por que, pois acho meu corpo bem bonito. Agora então está, com toda modéstia, perfeito! Mas essas revistas preferem outro perfil de mulher, talvez com o cabelo menos duro ou mais clarinha. Quem sabe?", desabafa, Janaina insinuando racismo por parte das publicações.

1 Sua Vez...:

Não acompanho BBB, e antes de mais nada, tenho a pele clara (sei lá, achei bom dizer, rsrsrs), mas concordo com o autor do texto, se existe "preconceito", então, como outras negras lindíssimas como Isabel Fillardis já estiveram na capa da Playboy? Quanto ao cabelo ser crespo ou não, isso é uma opção de cada uma, a garota da foto é maravilhosa com o cabelo do jeito como está, tem mulheres que são lindas com o cabelo crespo, assim como tem mulheres lindas com cabelo comprido ou curto, por exemplo. Eu sempre achei bonitas mulheres com cabelos crespos e venho notando ultimamente que muitas delas chegam a destratar homens brancos que se aproximam delas (percebi isso por experiência própria), pois usar cabelo "afro" virou uma espécie de "protesto". Como eu digo, somos todos brasileiros e não precisamos dessa briga idiota. Daqui a pouco, o Brasil estará como os EUA: negros e brancos morando em bairros separados, tendo programas de TV separados, tudo separado porque não conseguem se aceitar em paz. Acho que nenhum de nós deseja isso!

Licença Creative Commons
O trabalho ETNIA BRASILEIRA de Livia Zaruty foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.etniabrasileira.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em http://www.etniabrasileira.org.